Quando procurar a psicoterapia?

Deve-se procurar o psicoterapeuta quando de alguma forma o indivíduo não está satisfeito com o andamento de sua vida ou está vivendo algum sofrimento e não consegue superá-lo. 

Quando por algum motivo esbarra em situações as quais não consegue dar respostas que lhe sejam satisfatórias com os recursos que domina, surge a necessidade de ampliar a consciência a seu próprio respeito.

O psicoterapeuta deve ser procurado quando os sintomas estiverem impedindo a pessoa de realizar suas tarefas de forma prazerosa ou tornando seus relacionamentos complicados e tumultuados. Sentimentos de impotência, menos valia, falta de iniciativa, dores constantes sem causa física comprovada, insônia ou excesso de sono podem ser indícios de que algo não vai bem. Nestes casos um psicólogo pode auxiliar.  

A função da psicoterapia é proporcionar o encontro do ser humano com ele mesmo, melhorando sua qualidade de vida e sua expressão no mundo. No dia a dia passamos a desempenhar papéis sociais que nos levam a comportamentos que algumas vezes não gostaríamos de apresentar, mas que são necessários para a boa convivência. Nossos valores e crenças podem ficar em segundo plano, o que acaba gerando conflitos internos e consequentemente o surgimento de sintomas.

"Eros também é dança, e a dança não é um fenômeno hierárquico. Ela se dá entre parceiros." 

Hillman

 
 
Foto1 consultorio
Foto5 consultorio
Foto6 consultorio
Foto3 consultorio
Foto2 consultorio
Foto7 consultorio
Foto8 consultorio
 

Psicologia Analítica e Terapia Corporal

Calatonia

Somos todos seres completos, cheios de possibilidades e perspectivas; a Psicologia Analítica admite que o indivíduo é um ser criativo que traz em si tudo que necessita para seguir sua jornada rumo ao desenvolvimento; ele é capaz de autorregular-se em busca da homeostase, do equilíbrio. Às vezes esse dinamismo encontra-se "meio emperrado" e é aí que entra o trabalho do psicoterapeuta. ​

Psiquismo e corpo são apenas diferentes manifestações de uma MESMA TOTALIDADE. 

Através de técnicas corporais, como a calatonia, é possível o acesso a memórias, emoções, imagens e vivências antes não conscientes pelo indivíduo, possibilitando um contato profundo com conteúdos internos e o desenvolvimento de suas potencialidades. 

Calatonia é uma técnica integrativa (alma/mente/corpo), criada por Pethö Sándor, que possibilita um contato profundo e autêntico com os aspectos inconscientes, com o centro da personalidade (Self). Consiste em toques sutis que ajudam no descondicionamento do ego, possibilitando alterações nos padrões de pensamentos, sentimentos e sensações. Atua como reajustamento de pontos de apoio e equilíbrio fisiopsíquico. Associada à Psicologia Analítica traz muitos benefícios ao processo psicoterapêutico.

Movendo os Sonhos

“Toda gênese do sonho é essencialmente subjetiva; o sonho é o teatro onde o sonhador é a cena, ator, diretor, autor, público e crítico” (Jung, 1928, p. 295). 

O sonho é uma manifestação do Self , nossa totalidade, a verdade em nós mesmos. 

Como uma fotografia, revela os caminhos profundos da psique, da alma.

 

A proposta deste trabalho desenvolvido por Paula Madueño Zonzini é a de abordar os sonhos através do movimento, estabelecendo relação da imagem onírica com processos corporais, de tal modo que o significado dos sonhos manifeste-se através dos gestos, propiciando a vivência da mensagem do sonho pelo próprio sonhador. 

Lembrar de um sonho é construir uma ponte que liga o consciente ao inconsciente, já corporificá-lo através de gestos é colocar seus símbolos em movimento, o que torna possível o encontro de novas “formas”, novos encaminhamentos de energia. 

Mover os sonhos nos coloca em relação com espaço-tempo, nos confronta com nossa “trama” presente e nos dá chance de encontrarmos novas perspectivas, novas qualidades de expressão no mundo. 

O corpo (o aqui-agora) nos permite perceber as emoções contidas nos sonhos e poder expressá-las através do movimento.

Experimentar um sonho no corpo em forma de gesto criativo nos coloca frente a frente com os aspectos mais profundos de nós mesmos, gerando “resgate” de energia, transformação e bem-estar, o que possibilita o reencontro de um equilíbrio no qual questões bloqueadas poderão fluir livremente.

Sobre

Paula Madueño Zonzini é Psicóloga Clínica, Pós graduada em Psicologia Analítica, especialista em abordagem corporal pelo Instituto Sedes Sapientiae.

Atua em consultório próprio desde 2008. 

Desenvolve o trabalho “MOVENDO OS SONHOS” no qual as imagens oníricas são corporificadas através de movimentos, viabilizando novas organizações somáticas e a conscientização de aspectos que permaneciam no inconsciente.


Bailarina profissional com 29 anos de carreira, formada pela Royal Academy of Dance London. Trabalhou na Cisne Negro Cia de dança por 5 anos, 15 anos no Balé da Cidade de São Paulo, 9 anos no Studio 3 Cia. de Dança. 

Assistente de direção e preparadora de elenco do Projeto Mov_oLA por meio do trabalho de integração fisiopsíquica.

Atendimento individual para adolescentes, adultos e idosos.

Atende presencialmente e On-line.

CRP nº 06/93469

 
 

Contato

Paula Madueño Zonzini

Rua Vergueiro, 1421

Edifício Top Tower Office/Torre Sul
Vila Mariana - Metrô Paraíso

São Paulo, SP 04101-000

Agendamento viaTel/WhatsApp : 11.99945-4524

Email: paulamadueno.psico@gmail.com

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle